Mês de confraternização e encerramento do ano

O mês de dezembro é o mês onde existe uma concentração de eventos que celebram acontecimentos do ano e projetos realizados. As pessoas estão mais sensíveis e querem ajudar ao próximo, querem contribuir com as festas de Natal, e realizar doações. Existe uma concentração maior de iniciativas para o bem comum.
Te convido a refletir e analisar como foi o seu ano, a tirar um tempo para si, assim como nos financistas analisamos o balancete das empresa entre débitos e créditos. Os débitos podem ser as lições
que foram aprendidas e que não devem se repetir, e os créditos as experiências positivas que devem ser motivadas e expandidas no ano que vem.
Essa análise deve ser feita e dividida entre áreas diferentes da sua vida, e também entre o que foi planejado e o que foi feito de fato: os débitos e os créditos.

A nossa vida passa muito rápido, estamos a maior parte do tempo tentando resolver somente a necessidade imediata. Muitas pessoas não conseguem parar para planejar ou estruturar seus próximos passos ou planos para o futuro, porém se a vida te trouxe até esse artigo nesta revista, acredite que esse é um sinal positivo que o universo está contribuindo para o seu bem maior. Não deixe que essa oportunidade passe sem que você tome as ações necessárias para impactar positivamente sua vida. Nossa vida, assim como nosso corpo está em constante mutação e sofrendo as consequências. Mesmo que a mudança não seja o nosso objetivo ou a nossa prioridade, ela é a consequência de nossos atos. Se você não parou para pensar sobre essas mudanças aproveite essa época do ano, onde o calendário estabelece esse divisor contundente do tempo. Alinhe esses fatos ao calendário para que você possa seguir e medir com mais facilidade as suas ações. Nossa mente é poderosa e trabalha com mais eficiência, se as metas são estabelecidas e se estabelecermos prazos para as mesmas. O trabalho que temos é determinar as ações que irão nos levar a conquistar essas metas.
Talvez esse planejamento pareça ser difícil de realizar, mas os estudiosos revelam que nossa mente tem mais facilidade de gravar o que vemos e lemos do que o que pensamos. Então, aproveite mais esse motivo e realize esse planejamento por escrito, e no ano que vem compare o que você escreveu hoje com o que o realmente aconteceu.

Compartilhe: