Você é pura química, aproveite!!!

O processo evolutivo que levou bilhões de anos pra acontecer e aceite, ainda não parou de acontecer, fez com que nossas células, nossos tecidos e nossos órgãos pudessem se comunicar uns com os outros através de substâncias químicas que chamamos de hormônios.

Os hormônios são substâncias na maioria da vezes de natureza lipídica ou proteica, que são produzidos por estruturas especiais chamadas glândulas, e são liberados na corrente sanguínea a fim de atingir seus órgãos alvo.

Até aí o conhecimento apresentado não era mais novidade para muitos, entretanto descobertas mais recentes apontam que nossos estados emocionais, produzidos por nossas ações diante de nossos comportamentos, são capazes de afetar a produção de nossos hormônios e consequentemente o funcionamento do nosso corpo.

Digamos que você esteja numa semana complicada, cheia de desafios (nada raro nos dias de hoje, não é?), então haverá uma tendência maior de produzir mais cortisol, um hormônio fundamental, produzido pelo região cortical da glândula supra renal e que em excesso pode provocar alguns efeitos não tão positivos, como por exemplo:

  • Aumenta a retenção de líquidos nos corpo causando uma sensação de inchaço;
  • Redução da imunidade corporal;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Afeta a produção dos hormônios sexuais;
  • Afeta o ciclo menstrual nas mulheres e a produção de espermatozoides no homem;
  • Redução da libido.

Bem, você há de concordar comigo que não são ações positivas e que atrapalham bastante nossa vida, que já tem seus desafios naturalmente. Agora imagine o efeito negativo que esse mesmo estado de estresse pode causar em nosso cérebro! Pois é, esse é um dos objetos de estudo da neurociência. Pessoas com essa quadro alteram também a produção de outras substâncias químicas cerebrais, os neurotransmissores, responsáveis entre outras coisas pela geração de soluções, pensamentos, criatividade, julgamento, processamento de informações e memória.

Sabendo disso agora, procure imaginar quantos processos você pode alterar no seu corpo a partir da mudança de pensamento, atitude e programação. Estamos começando um ano inteiro cheio de possibilidades então agarre as certas!

Mude seu comportamento e ações diante de sua vida e modifique a sua química corporal.

 

Siga essa dicas:

  • Evite excesso de cafeína;
  • Durma bem;
  • Invista na sua inteligência emocional;
  • Pratique meditação;
  • Exercite-se pelo menos três vezes por semana;
  • Evite pessoas tóxicas;
  • Evite ligares e situações estressantes;
  • Faça coaching e planeje seu ano por completo.

Um grande abraço e muitas realizações em 2018!


Por: João Paulo Gurgel
Master Coach, Biólogo,
Professor e CEO do ICD
joaopaulo@icdcoaching.com
Tel. 07521620080

Compartilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*