VOCÊ É ALGUÉM EXTRAORDINÁRIO

“Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores de impostos. Ele estava tentando ver quem era Jesus, mas não podia, por causa da multidão, pois Zaqueu era muito baixo. Então correu adiante da multidão e subiu numa figueira brava para ver Jesus, que devia passar por ali. Quando Jesus chegou àquele lugar, olhou para cima e disse a Zaqueu: ‘Zaqueu, desça depressa, pois hoje preciso ficar na sua casa’. Zaqueu desceu depressa e o recebeu na sua casa, com muita alegria”. (Lc 19:1-6 NTLH)

Há cerca de dois mil anos existiu um homem que entrou para a história da humanidade, tornando-se um exemplo de alguém extraordinário. Zaqueu vivia em Jericó, uma das cidades mais importantes daquela época, tanto do ponto de vista geográfico quanto do ponto de vista econômico. Por ela passavam muitas caravanas, tornando-a um dos principais centros comerciais daquela região. Mas Zaqueu poderia ter sido apenas mais uma das bilhões de pessoas cuja existência a história simplesmente não registrou não fosse o seu comportamento surpreendente.

Zaqueu era uma pessoa muito importante. A história o descreve como um homem rico e chefe dos Publicanos (cobradores de impostos para os Romanos). Podemos imaginar alguém muito bem vestido, com roupas finas, pulseiras e cordões de ouro, como era comum naquele tempo, sempre cercado por oficiais da guarda romana que o protegiam e guardavam os valores que ele recolhia do povo como parte do seu trabalho. Por outro lado, Zaqueu também era alguém comum em suas limitações, sendo de baixa estatura, e que tentava conhecer quem era Jesus.

O que tornou Zaqueu alguém extraordinário a ponto de ser citado no livro de Lucas não foi o seu nome, a sua posição ou a sua riqueza. Foi a sua atitude. A história relata que havia uma possibilidade de Jesus passar próximo a uma figueira brava. Para Zaqueu, aquela era uma oportunidade que ele não poderia perder. Ao correr por entre a multidão e subir naquela árvore, Zaqueu depreciou as suas vestes, desprezou a sua estatura e pôs em risco a sua profissão e a sua reputação.

Aquela atitude chamou a atenção de Jesus de tal forma que, quando chegou àquele lugar, olhou para cima e disse ‘Zaqueu, desça depressa, pois hoje preciso ficar na sua casa’. Quantas pessoas ainda hoje em dia não conseguem desenvolver um relacionamento íntimo e sincero com Jesus, seja limitado pela religiosidade, pelo seu status social ou pela sua condição física ou financeira. Mas todas essas barreiras podem ser rompidas se houver um desejo sincero em seu coração.

Ainda que você não se aperceba disso e as circunstâncias da vida apontem completamente para o oposto, aos olhos de Deus você é uma pessoa extraordinária. Deixe de lado toda e qualquer limitação imposta sobre a sua vida e aproveite a oportunidade que Ele está te dando neste exato momento de ter um relacionamento mais íntimo com Jesus. Diga “Jesus, venha ficar em minha casa”.

Se você precisar de ajuda, conte conosco. A CEIZS Londres está aqui para ajudar.


Por: Fabio Rodrigues
Cientista, economista e pastor
fabio.rodrigues@ceizs.com
Tel. 07976 773 820

Compartilhe: