Quantas vezes você já avaliou a sua composição corporal?

 Quantas vezes você já avaliou a sua composição corporal?
Ao longo do vida e diante das variações de peso e objetivos em relação a alimentação, tendemos focar a atenção somente na balança e acompanhar as mudanças corporais somente por ela.
A balança não reflete a composição corporal e muito menos a nossa saúde. Para isso, é necessário um olhar muito mais aprofundado. Por exemplo: duas pessoas com o mesmo peso e a mesma altura podem ter composições corporais completamente diferentes. Uma pode ter 1,65m de altura e 60kg e ser musculosa, ao mesmo tempo em que a outra poderá ter as mesmas medidas e ter um percentual de gordura elevado. Por isso a balança simples que temos em casa não é parâmetro para avaliação da composição corporal.
Além disso, a maneira como os nutrientes compõe nossa dieta interfere diretamente na composição corporal, tanto na perda de gordura corporal quanto no ganho de massa muscular. Vale ressaltar que para ganhar massa muscular e perder gordura, a pessoa precisa de tipos de dieta bem diferentes. São objetivos que devem ser trabalhados separadamente.
Avaliar a composição corporal regularmente nos ajuda a entender se as mudanças na alimentação estão adequadas ou se é necessário reajustar a rota, tanto para garantir que o emagrecimento está, de fato, acontecendo, com maior chance de manter o peso perdido, quanto pelo desempenho do paciente na atividade física, avaliando e fortalecendo a estrutura muscular.
Por:

Insta: Tower_Hill_Clinic

Facebook: Tower Hill Clinic

www.towerhillclinic.com

info@towerhillclinic.com

Tel.: (+44) 2031467294

Ludgera Romor-Henes é fisioterapeuta e Heloisy Brandt é nutricionista e fazem parte da equipe da Tower Hill Clinic, clínica multidisciplinar de saúde e estética situada na zona central de Londres.