London
17 Oct, Thursday
11° C
TOP
Image Alt

Revista Brasil Na Mão - O Verdadeiro Guia dos Brasileiros no Reino Unido

Porque devemos investir em semi-jóias?

Na hora de escolher o acessório perfeito para aquela festa, ou até mesmo para o dia a dia, muitas pessoas esquecem de analisar o custo-benefício da peça e notam apenas o valor que está impresso na etiqueta, o que acaba fazendo com que elas acabem adquirindo uma bijuteria que logo será descartada e que irá inclusive afetar a saúde colocado-a em risco.

Efeitos na saúde: O CÁDMIO E CHUMBO

Por terem o objetivo de serem mais acessíveis, os produtores de bijuterias procuram materiais que tornam a fabricação mais barata. O cádmio e o chumbo são dois desses materiais que podem causar danos a saúde e gerar poluição ambiental. O mais preocupante é que em alguns casos não há tratamento clínico efetivo para tratar a intoxicação sofrida.

Confira abaixo alguns dos malefícios causados por esses componentes:

(Fonte Brasil escola)

Efeitos do cádmio

-Disfunção renal;
-Problemas pulmonares;
-Dores reumáticas e miálgica;
-Distúrbios metabólicos levando à osteoporose;
-Agente cancerígeno capas de provocar mutações genéticas, alterando a função das células e causando danos ao sistema genital.

Efeitos do chumbo

(Fonte governo do Brasil)
-Disfunções renais;
-Possibilidade de afetar as funções cerebrais, sangue, sistema digestivo e reprodutor;
-Com alta intoxicação, pode vir a produzir mutações genéticas em descendentes.
Os efeitos causados são tão graves que em 2011, os Estados Unidos regulamentou que a presença de cádmio nas bijuterias não deve ultrapassar o limite de 0,03%. Aqui na Europa, o valor máximo é de 0,01%. Já no Brasil, em 2013, foram encontrados presença de 32,6% a 39,2% de cádmio em acessórios importados da China, mas só em janeiro de 2016 que o Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro) liberou a Portaria nº 43/16 que proíbe a comercialização de cádmio e chumbo superiores a 0,01% a 0,03%. Apesar de positiva, a exigência só começa a valer a partir de 2021.

Semi-jóias

Além de não conter níquel  material que está presente em diversas peças de bijuteria e que pode ser prejudicial a pele, as semi-jóias têm uma maior durabilidade e qualidade. Quando prontas, elas são mergulhadas em um banho químico de ouro, prata ou ródio, que dão um brilho diferenciado a estes acessórios. Esse tipo de peça também possui altos padrões de fabricação, vida útil e design, estando sempre a par do que está em alta e possuindo um excelente custo-benefício para o consumidor.