Pará exuberante

 Pará exuberante
Terra do açaí reserva ao visitante paisagens incríveis, com destaque para as praias de água docePaisagens de encher os olhos povoam o território de mais de 1 milhão de quilômetros quadrados do estado do Pará, a terra do açaí. Há praias fluviais exóticas e o espetacular encontro entre as águas barrentas do Amazonas e as esverdeadas do Rio Tapajós. Ambos correm juntos por quilômetros, sem se misturar. Com fauna e flora exuberantes, conhecer esse estado é a chance de ter contato com a grande biodiversidade e os diversos ecossistemas que formam o cenário amazônico. Sem dúvida, um dos destinos mais interessantes do mundo.
Confira a seguir algumas atrações especiais da região.
Marajó
Banhado pelo Oceano Atlântico e pelos rios Amazonas e Tocantins, Marajó é o maior arquipélago flúvio-marítimo do planeta, com quase 50 mil quilômetros quadrados. Dividido em 16 municípios, o portal de entrada é Soure. Em Marajó, está o maior rebanho de búfalos do
Brasil, considerado um dos maiores em todo o mundo. O local é um dos santuários ecológicos mais preservados da Amazônia, com aproximadamente três mil ilhas e ilhotas, e palco da pororoca, fenômeno que ocorre quando as águas doces do Rio Amazonas se encontram com as águas salgadas do mar, formando ondas gigantescas.
Estando na região, vale a pena visitar a praia de Barra Velha. A areia forma caminhos para os ciclistas no meio da água quando a maré está baixa. Outra praia considerada uma das preferidas tanto pela população local quanto pelos turistas é a Praia do Pesqueiro, cercada por coqueiros e dunas. Na hora da fome, um dos pratos mais apreciados é o filé à marajoara, com queijo de búfala derretido por cima dos medalhões. Nas lojas de artesanato, é possível conhecer a famosa cerâmica marajoara.
Santarém
Uma das principais cidades do Pará, com mais de 100 quilômetros de praias de água doce do Rio Tapajós é, sem dúvida, um roteiro excelente para os turistas que desejam conhecer a região. Denominada “Pérola do Tapajós”, o surpreendente destino possui um “litoral” de águas doces e fascinantes areias finas, localizado a pouco mais de 830 quilômetros da capital Belém. Um dos grandes destaques turísticos da região é a produção artesanal de peças em cerâmica, madeira, palha, tecido e as belas biojoias, com fortes influências indígenas e ribeirinhas, à venda no comércio local. A gastronomia é bastante diversificada e oferece variados pratos típicos, como o pato no tucupi, e opções feitas com peixes da região amazônica, como pirarucu, tucunaré e tambaqui.

Para os aventureiros em busca de ecoturismo, um atrativo muito procurado é a Floresta Nacional do Tapajós, onde é possível realizar atividades como caminhadas, passeios de barco a remo e a motor, e conhecer as comunidades ribeirinhas. Sob o ponto de vista cultural, o município mantém boa parte do patrimônio histórico arquitetônico da época da colonização portuguesa, com igrejas, casarões e museus, tornando a passagem pela cidade ainda mais interessante.

Alter do Chão
A pequena e encantadora vila de pescadores fica às margens do Rio Tapajós, próxima a Santarém, no oeste do Pará.
Refúgio para quem gosta de tranquilidade, foi eleita pelo jornal inglês The Guardian como a praia de água doce mais bonita do mundo. Com paisagens paradisíacas, temperaturas amenas, areias branquinhas e águas cristalinas, as praias estão sempre recebendo turistas, inclusive estrangeiros.
A melhor época para visitar Alter do Chão é durante o mês de setembro, quando a vila vive sua alta temporada e se torna palco de um dos atrativos de maior sucesso: a Festa do Sairé, realizada anualmente, bastante importante para as comunidades da região. Procissões emocionantes marcam a abertura do evento, que durante uma semana conta com shows em sua programação, inclusive de ritmos típicos da Amazônia, como o carimbó.
Um dos cartões-postais do local é a linha do Amor. Para chegar até lá, a travessia é feita em barquinhos a remo, conhecidos como catraias” Para quem tem disposição e preparo físico, além das praias, Alter do Chão oferece outras opções de passeio, como explorar a Floresta Nacional do Tapajós, fazendo uma trilha. Uma atração curiosa do lugar é o Lago Verde, cujas águas mudam da cor azul para a verde durante o dia. Outro roteiro que inclui um dos lugares mais belos de Alter é a Praia Ponta do Cururu. Em períodos de seca, a ponta de areia divide o lado mais agitado do Rio Tapajós do mais calmo. Muitos turistas vão a esse cenário para contemplar o pôr do sol.