Nutrição e saúde mental

 Nutrição e saúde mental
Após uma extensa revisão de artigos científicos atuais e bem conduzidos, não restam dúvidas: a alimentação e o estilo de vida exercem um papel fundamental na saúde mental, no humor e no bem-estar geral. Trazendo ainda para o contexto atual de pandemia, estudos já indicam o potencial benefício de uma alimentação saudável na saúde mental e nos sintomas depressivos relacionados ao isolamento social.
De acordo com a nutricionista Alessandra Furlan, o efeito sinérgico e cumulativo de nutrientes consumidos através de uma alimentação equilibrada e de alta densidade nutritiva parece ser um ponto importante a ser considerado na prevenção e no tratamento coadjuvante de desordens de humor e comportamento, incluindo depressão, ansiedade e estresse. Lembrando ainda que a alimentação é apenas um dos fatores, jamais excluindo a importância dos exercícios físicos, da psicoterapia, do sono de qualidade, e do acompanhamento médico se necessário.
Os nutrientes mais estudados neste sentido são os ácidos graxos ômega 3, as vitaminas D e do complexo B, o magnésio, probióticos e prebióticos, e os fitoquímicos (catequinas, antocianinas, procianidinas e resveratrol).
Para aprender a combinar estes nutrientes/compostos de maneira efetiva e melhorar a qualidade da sua alimentação, o ideal é buscar orientação nutricional individualizada.
Por:

Alessandra Furlan

Nutricionista, dietitian registrada no Reino Unido, e atende na Tower Hill Clinic.

Insta: Tower_Hill_Clinic

Facebook: Tower Hill Clinic

www.towerhillclinic.com

info@towerhillclinic.com

Tel.: (+44) 2031467294