Entrevista da Capa – DUDA PICARDO em nova fase

 Entrevista da Capa – DUDA PICARDO em nova fase
Nascido em uma pequena cidade de Minas Gerais, Duda Picardo, mora em Londres há 20 anos, solteiro e com um filho lindo, o pequeno Raphael Picardo, Duda está mais do que nunca super animado para a volta do normal que todos estamos à espera. Em uma caminhada extensa e de muito trabalho ele está dividindo sua estadia entre Londres e Lisboa ultimamente, onde vem conquistando o público Português também. Com sua simpatia e irreverência, Duda nos conta como está sendo trabalhar entre Londres e Lisboa. Ele nos conta os desafios de lidar com uma população diferente apesar de falar a mesma língua e de ter a nossa cultura implantada no país. “A diversidade me atrai, e poder fazer as pessoas felizes duplamente também, e assim tem sido nos últimos meses”, completa Duda.
Como surgiu a ideia de trazer artistas para Londres?
A ideia surgiu em 2010 por um convite de um amigo especial Pedro Motta o maior empresário do show Business do Nordeste com uma aposta na dupla Jorge e Mateus que foi um sucesso graças a ajuda da comunidade maravilhosa que estava com saudades de uma boa música e de alguns amigos muito queridos: Maxmitas, Henrique, Gleide, Jz, Marcinho, Roberta, Miguel, André Asa, Fábio do Novilho de ouro e todos dos comércios Brasileiros que me ajudaram a vender os ingressos neste início e até hoje. Foram vários desafios pois tínhamos expectativas e não certezas. Porém como tudo da vida precisa ter uma positividade, nós apostamos na nossa e deu certo, sendo um sucesso atrás do outro.
Quais foram os artistas que você trouxe que mais marcaram sua história?
Todos na verdade foram e são especiais, porém alguns se destacaram mais como: Bruno e Marrone, Eduardo Costa, Ivete Sangalo, Zezé Di Camargo e Luciano, Luan Santana, Paula Fernandes, Kevinho e o  Festeja em Portugal, Bélgica e Londres com Marília Mendonça, Henrique e Juliano, Zé Neto e Cristiano, Maiara e Maraísa, Léo Magalhães, Aviões do Forró, Tirulipa, Simone e Simaria, Kleo Dibah e Rafael, Gabriela Rocha e Fernandinho, Winderson Nunes, Cristiano Araújo, Di Paulo e Paulino, Felipe Araújo e muitos outros que com certeza marcaram esses 10 anos de história em Londres.
Por que você deixou o Sertanejo e começou a apostar no  Funk ?
Na verdade eu não deixei o sertanejo, eu comecei a apostar mais no Funk devido a uma demanda maior de mercado, e com a chegada do kevinho no nosso escritório acabei me dedicando um pouco mais, pois em Portugal, por exemplo o Funk é um evento por semana, com uma demanda bem maior.
E hoje em dia você passa mais tempo em Portugal ou Londres, e  aonde você gosta mais de ficar?
Eu tenho uma paixão grande por ambas cidades, pois cada uma tem algo de especial e diferente para oferecer. Como eu gosto de diversidade fica difícil escolher uma só.
O tempo na verdade é sempre conforme a demanda dos eventos, porém meu objetivo é passar uma temporada maior aqui em Londres para estar mais próximo do meu filhão querido.
Tem algum artista que você nunca trouxe aqui e gostaria de trazer?
Na verdade não, hoje eu me sinto realizado neste quesito pois nós já trouxemos os maiores artistas na Europa toda.
Qual o artista que mesmo depois da turnê você tem contato e que se tornou seu amigo?
Olha não gostaria de citar nomes, pois seria injustiça se esquecesse algum, mas sim tenho vários.
 Você fez várias festas em Londres, qual delas você gostou mais?
Com certeza o Santa Fé e o Harém.
 Se você não trabalhasse com eventos,  o que você gostaria de fazer?
Gostaria de ser Advogado
Qual a sua comida predileta?
Esta pergunta é difícil, pois eu adoro comer (risos)… mas eu gosto de uma boa pasta.
Sempre vemos nas suas redes sociais que você viaja bastante, qual lugar que você mais gostou de visitar?
Eu gostei muito de Cuba e do Egito, mas todos os lugares que estive se tornaram especiais.
Sentimos sua falta aqui em Londres, você esteve onde esse tempo fora?
 Na verdade eu não estive fora de Londres, eu me afastei por um tempo dos eventos realizados aqui, por falta de tempo pois tinha muitos compromissos diários em outras cidades da Europa, onde estava explorando na verdade outros lugares.
Qual o tipo de preferência musical entre Londres e Portugal? 
O público brasileiro gosta mais da música Sertaneja, porém não podemos generalizar pois tem público com gosto muito variado. O português já se identifica mais com a música Funk, mas também lembrando que é um público que acompanha mais o Brasil, e sendo assim eles estão de uma certa forma mais atualizados.
Quais as novidades para Londres após finalmente com o fim do lockdown?
Nós temos muitas coisas por vir, entre elas a volta do “Rancho”,  uma festa que é realizada há mais de 8 anos, e vamos inaugurar algumas em Maio de 2021, como: “Santo Domingo” que será uma festa com todos os estilos músicas aos domingos, depois vamos abrir o “Velho Texas” e o “Baile da Revoada” também em 2021 com toda segurança necessária para o público. Os shows com vários artistas e novidades, serão anunciados em breve, porém posso afirmar que irão surpreender a todos! E recentemente assinamos contrato com o “DJ Rafa Lima” para administrar a carreira dele e temos alguns DJs e artistas que vão entrar no nosso casting em breve.

Quando falamos ou pensamos em sonhos, realizamos transformações. Precisamos da mesma para realizar sonhos e transformá-los em realidade. Chegar a algum lugar requer muito trabalho e força de vontade. Desistir jamais. Ter Deus como seu guia e não perder a esperança são os meus principais objetivos e espero que possam ser o de vocês também. Gostaria de agradecer a todos meus amigos e leitores que acompanham a revista Brasil na Mão e também as minhas redes sociais. Estamos com força total após uma pandemia que nos deixou marcas mas nunca tirou nosso propósito. Acompanhe nossas mídias e fiquem ligados que o melhor está por vir! Never give up ! Good things take time. Um grande abraço amados! Duda Picardo.