Emagrecimento e detox

Hoje em dia se fala muito em detox, sobre alimentos que teoricamente fariam detox no corpo, tratamentos, sucos, chás e algumas teorias são extremamente fantasiosas pois em nutrição (como qualquer outra ciência), as estratégias e recomendações devem ser pautadas em evidências científicas.

A exposição diária a substâncias químicas orgânicas e inorgânicas (pesticidas, metais tóxicos, medicamentos, aditivos alimentares, agrotóxicos, pesticidas, solventes, corantes, álcool, migrantes de embalagens, entre outros), prejudica vários mecanismos envolvidos no controle do peso e, por terem afinidade com a gordura, essas substâncias geralmente são estocadas na gordura corporal e no cérebro.

No processo de emagrecimento, as toxinas que antes ficavam estocadas no tecido adiposo saem desse tecido e caem na corrente sanguínea em direção ao fígado que metabolizará/eliminará adequadamente essas toxinas. Mas, para esse fígado fazer a detoxificação, ele tem que estar saudável e apto para essa função.

Portanto é necessário um aporte de nutrientes para que isso ocorra de forma efetiva, através de uma alimentação rica nesses nutrientes, como também através de suplementação (se necessário), sempre respeitando a individualidade bioquímica.

Por: CAROLINA C. SIMON
Nutricionista
carolinasimon.co.uk
Tel. 07756 988 135

Compartilhe: