Diabetes Gestacional

Durante a gestação várias mudanças metabólicas e hormonais acontecem, uma delas é a mudança do hormônio lactogênio placentário que aumenta a resistência materna a ação da insulina. Entretanto, em algumas mulheres, essa resistência é maior resultando numa redução da ação da insulina.

A insulina é um hormônio que “carrega” a glicose da corrente sanguínea para dentro das células, e então, a glicose é transformada em energia. Para a maioria das gestantes a ação deste hormônio não traz problemas, pois o próprio corpo compensa o desequilíbrio, aumentando a fabricação da insulina. Porém, nem todas as mulheres reagem desta maneira e algumas delas desenvolvem aumento de glicose na corrente sanguínea, característica do diabetes gestacional. Por isso é tão importante diagnosticar o distúrbio o mais cedo possível para preservar a saúde da mamãe e do bebê.

O tratamento do diabetes na gestação visa principalmente diminuir a taxa de macrossomia fetal (bebês que nascem com o peso elevado), evitar a queda de açúcar no sangue (hipoglicemia) do bebê ao nascer e diminuir a incidência de cesariana.

A Terapia Nutricional é parte fundamental no plano terapêutico do diabetes gestacional, baseia-se nos mesmos princípios de uma alimentação saudável. Para tal é necessário o acompanhamento com o nutricionista durante toda a gestação e principalmente compromisso com a boa alimentação.


Por: Carolina Capellari Simon
Nutricionista
www.carolinasimon.co.uk
+44 (0) 7756988135

Compartilhe: