Corrida contra o tempo…

Diz a lenda que: “quando eu crescer eu vou ser médico(a), dentista e etc, casar, ter filhos, ser feliz e muitos outros planos…”. Na maioria das vezes esses planos são frustados ou não acontecem do jeito que planejamos e a gente cresce, bate o desespero e a corrida contra o tempo começa. Agora na fase adulta, mais experientes e mais exigentes muitas vezes nos perguntamos o que fazer, e como levar a vida feliz, mesmo com milhões de responsabilidades a serem cumpridas e muitas vezes pessoas que dependem de nós? Como balancear a profissão, família, os amigos, namorado(a) sendo que o tempo está passando?

Na era dos aplicativos que basta “swipe right or left” para conhecermos pessoas, ou compramos comida, os valores ficaram perdidos no tempo. Tempo esse que corremos atrás para que ele nunca acabe, perdemos tempo achando que o tempo volta. Mas ele não volta e precisa sim ser usado!

Quanto tempo é desperdiçado tentando encontrar a pessoa perfeita: mais bonita(o), mais simpática, mais sexy ou mais atraente? Olhos azuis ou pretos, corpo malhado ou que não tenha muita barriga, que seja rico(a) e quando vemos o tempo passou. As pessoas passaram! Muitas vezes elas passaram por nossas vidas onde havíamos tempo ainda, ou achávamos que havia. Vivemos numa era em que as palavras já não tem o mesmo valor, sentimentos são apenas mero sentimentos que passam, afinal basta um “swipe” e uma nova pessoa ou qualquer outra coisa aparece, fácil, simples assim.

As crianças não sabem mais o que é ter uma família, o que é ver o pai e a mãe juntos jantando e discutindo como foi o dia de cada um. A maioria dos casais esquecem que tempos atrás prometeram fidelidade e amar um ao outro até que a morte os separassem, mas o tempo passou e muitas coisas aconteceram e o amor acabou, a paciência não existe mais, o que era lindo no começo se transformou em algo pesado, insuportável e como o “tempo passou” hoje em dia é tudo mais “fácil” então, é melhor separar.

Não tem mal algum em se separar, no passado muitos casais ficaram juntos, abdicaram suas vidas por anos ou para sempre só para criar os filhos numa “família”. Certo ou errado o importante é que sejamos felizes, que consideramos nossas atitudes e que sejamos honestos em nossas escolhas.

Precisamos parar de correr contra o tempo e viver um tempo de qualidade, parar de exigirmos do outro aquilo que nem sempre temos pra gente! A perfeição não existe, o único perfeito que esteve aqui nessa terra também se foi com o tempo, o tempo não perdoa, o tempo não se agarra, o tempo passa…

Aproveite o tempo natalino para fazer alguém feliz, nem que esse alguém seja você! Gaste o tempo que ainda te resta dando risada, com alguém especial, mesmo que esse alguém não seja perfeito afinal também não somos!

Seja feliz, saiba gastar o seu tempo com qualidade e não desperdiçá-lo com aquilo que um dia pode “ser melhor” ou “estar melhor” pois o tempo passa…

Preste atenção ao seu redor, as pessoas que passam pela sua vida, procure ver as qualidades e se tiver algum defeito tente reverter em aprendizado afinal ao invés de correr contra o tempo precisamos usá-lo da melhor forma: Sendo felizes! Não importa o que temos ou quanto temos o que importa é recuperar o tempo perdido!

Que você e sua família tenham um feliz Natal e que o Ano Novo seja repleto de alegrias e que o tempo que passou seja recuperado e não mais desperdiçado!

Compartilhe: