Artistas brasileiros expõem obras em Londres e valor vai para os projetos da FSF 

 Artistas brasileiros expõem obras em Londres e valor vai para os projetos da FSF 

O artista brasileiro Paulo Ricardo e a fotógrafa Jordana Barale doaram obras para projeto de ajuda humanitária da Organização humanitária internacional Fraternidade sem Fronteiras (FSF). As obras foram expostas na exposição Creative Minds, organizada pela a diretora da All Visual Arts Community, Graciella Hanger, no mês de maio, em Londres. Junto com eles, mais de 80 artistas brasileiros e estrangeiros tiveram a oportunidade de mostrar seus trabalhos. 

O quadro da Rainha Elizabeth II, criado pelo artista Paulo Ricardo, em Londres, em 2022, foi uma das grandes atrações da exposição, chamando a atenção de todos que passavam pelo local. A obra foi feita com tinta PVA e pasta metálica e teve a finalização com Pincelada da Alma, como o Paulo Ricardo prefere descrever a técnica única usada nos olhos do retrato, trazendo vida para a pintura.  Essa consagrada obra tem um valor artístico inestimável e está disponível para venda e o valor será doado para a FSF. 

“Eu acho maravilhoso o artista doar o valor da obra para causas humanitárias. Acho que deveríamos fazer isso mais, seja com a arte, com o tempo ou divulgando um trabalho voluntário”, comentou Fernando Ferreira dos Santos, produtor de vídeo, que estava visitando o local.

Assim como Paulo Ricardo, a fotógrafa Jordana Barale também doou uma de suas fotografias para os projetos da FSF. Segundo Barale, a causa humanitária move a arte. O artista precisa ser uma pessoa que se conecta e se importa com o outro. “Quando temos a oportunidade de enxergar a causa humanitária e trazer beleza através da nossa arte vinda dessa causa, é o melhor lugar que nos encontramos, não só como artistas, mas como seres humanos”, afirmou.

“Decidi doar porque entendo a causa. Se, de alguma forma, uma das minhas fotos puder ajudar outra pessoa a contribuir para uma organização humanitária, fico muito feliz. Vou adorar ter uma obra na casa de alguém que também se sentiu tocado pela mesma causa que eu”, acrescentou Barale.

Todo o valor arrecadado com a venda das obras de arte desses dois renomados artistas será destinado ao projeto “Acolher Moçambique”, na África. A FSF possui 30 Centros de Acolhimento, oferece alimentação e auxílio escolar para mais de 14 mil crianças e adolescentes. Para adquirir as obras, basta entrar em contato com a coordenação da FSF em Londres pelo seguinte contato: 07841402336.

Outra forma de fazer parte dessa corrente de ajuda humanitária é o apadrinhamento.  Com apenas £15 por mês, é possível alimentar uma criança por 30 dias e também oferecer auxílio escolar.

O cantor Djavan está em turnê mundial e irá se apresentar em Londres, no dia 14 de junho, no O2 Shepherd ‘s Bush Empire, com a mais nova turnê, “D”. O cantor irá apresentar as canções inéditas do álbum, além de grandes sucessos da carreira.

A Backstage é a organizadora do evento em Londres e também uma grande parceira dos projetos da FSF. Parte do valor arrecadado com a venda dos ingressos será doada para o projeto “Acolher Mocambique”, da FSF. 

Informações

          info@fraternitywithoutborders.co.uk

          www.fraternidadewithoutborders.co.uk

          IG: fraternitywithoutbordersuk

 

por Veridiana Jordão 

Jornalista voluntária Assessoria de Imprensa FWB-UK

press@fraternitywithoutborders.co.uk