O que são transtornos do humor e de ansiedade?

Transtornos de humor e ansiedade envolvem a regulação de uma poderosa emoção, o medo. A origem está ligada a alterações fisiológicas, comportamentais e cognitivas. É importante saber que os transtornos de ansiedade precedem o início de uma depressão. Os transtornos mais comuns são a depressão unipolar, que é composta apenas de episódios depressivos, e o transtorno bipolar, que alterna episódios depressivos com mania. O traço principal da depressão é o desanimo quase que diário (disforia) acompanhado de um sentimento de angústia e uma incapacidade de sentir prazer (anedonia), ocorrendo também uma perda de interesse pelo mundo.

O pior desfecho da depressão é o suicídio, sendo a oitava causa de morte nos EUA e terceira causa de morte entre jovens de 15 a 24 anos. Mais de 90% dos casos de suicídio estão associados a transtornos mentais, sendo a depressão a principal causa. A depressão pode começar cedo na vida dos pacientes, geralmente em torno dos 25 anos.

Procure não acumular pensamentos negativos, compromissos excessivos e situações estressantes. Mantenha uma rotina de atividades físicas, fortaleça seu lado intelectual e espiritual, assim você reduz significativamente as chances de apresentar alguma forma de transtorno de ansiedade.

Depressão tem como principais sintomas:

  • Redução do prazer em atividades cotidianas;
  • Alterações de peso;
  • Alterações de sono;
  • Excesso de culpa e autocrítica;
  • Retardo psicomotor;
  • Pensamento recorrente de morte;
  • Alterações de apetite;
  • Insegurança e medo constante.

Além dos sintomas citados, o pensamento de uma pessoa depressiva é profundamente afetado, composto de sensação de desesperança, inutilidade, insatisfação, sentimento de não pertencimento, pensamentos de fuga e de inferioridade.

É muito importante prestar atenção nos medos que sentimos, sejam eles de coisas materiais ou subjetivas, como por exemplo medo de não ser capaz ou medo de não ter recursos suficientes para cumprir as obrigações financeiras. Esses medos envolvem respostas fisiológicas complexas que podem repercutir de diversas formas em nossa saúde.

A ansiedade é hoje uma grande vilã mundial, especialmente devido ao ritmo da vida que levamos nos dias atuais. Ela pode ser definida como resposta de longa duração às ameaças físicas ou psíquicas a que estamos sujeitos ao longo do tempo.

Quando perdura, além do risco real pode gerar angústia e nos tornar incapacitados de uma série de atividades. A ansiedade é normalmente um sintoma central para vários transtornos da mente. Cerca de 30% da população mundial sofre com um ou mais transtornos de ansiedade ao longo da vida.

Normalmente a ansiedade é desencadeada pelo acúmulo de situações estressantes, geralmente não sabemos lidar sozinhos, precisando para isso de ajuda profissional. Se não tratada a tempo a ansiedade hoje desencadear transtorno do pânico, transtorno de ansiedade generalizada, transtorno de ansiedade social e até mesmo transtorno obsessivo compulsivo. Procure identificar se você apresenta alguns dos sintomas citados acima, caso apresente pelo menos três deles, é fortemente recomendado que você busque ajuda profissional.

Por: João Paulo Gurgel
Neurociência Clínica / Emocional Coaching
Atendimentos e agendamentos:
www.joaopaulogurgel.com
Tel. 07521620080

Compartilhe: