Livre-se das caspas que teimam em aparecer

Evite constrangimentos no inverno. Na temporada de frio, o problema com as capas costuma se agravar. Mas esse incômodo tem solução. Aprenda a eliminar a descamação e a coceira de uma vez por todas.

Conheça os vilões: 

· Estresse e desequilíbrio hormonal: eles podem provocar o aumento da atividade das glândulas sebáceas, deixando o organismo mais vulnerável à inflamação e, consequentemente, à descamação.

· Hereditariedade: se seus pais têm caspa, cuide-se. Você tem grande chance de desenvolver o problema.

· Fungo: o que provoca caspa é conhecido como Malassezia.

· Excesso de oleosidade: ela pode ser decorrente de disfunções nas glândulas sebáceas. É o que chamamos popularmente de sebo.

· O inverno: “Nas épocas frias do ano, o couro cabeludo fica menos hidratado por falta de suor. Isso costuma aumentar a descamação”, explica Valcinir. má higiene: o couro cabeludo precisa estar sempre limpo.

 

1 – Evite situações extressantes. Procure relaxar diariamente, fazendo alguma coisa divertida para evitar inflamações.

2 – “Lave frequentemente o cabelo”, aconselha Valcinir. “Isso remove a oleosidade excessiva”. O excesso de gordura favorece o desenvolvimento de fungos e o aparecimento da descamação. “Se sentir necessidade, lave diariamente”, orienta.

3 – Durante a lavagem, massageie o couro cabeludo com a ponta dos dedos. Evite usar as unhas, que agridem a pele.

4 – Lave os fios com água morna ou fria, porque a alta temperatura estimula o ressecamento da região.

5 – “Use xampus anticaspa”, avisa o médico. “Faça isso uma ou duas vezes por semana”. Os nomes são complicados (há xampus à base de enxofre, ácido salicílico, piritionato de zinco, cetoconazol, ciclopirox olamina e sulfacetamida sódica), mas dão bons resultados. O uso de condicionador é liberado. Mas evite que o produto entre em contato com o couro cabeludo, para que a oleosidade na região seja controlada.

6 – Mantenha uma alimentação saudável. Diminua o consumo de gorduras e carboidratos refinados, que podem agravar o mal.

Compartilhe: