É oficial. Príncipe Harry vai casar-se com Meghan Markle na primavera

O casamento foi confirmado pela casa real britânica. Harry e Meghan Markle vão casar-se na primavera de 2018 e viver no Palácio de Kensington

A casa real britânica confirmou esta segunda-feira que o príncipe Harry, o filho mais novo de Carlos e Diana, vai casar-se com a namorada, a atriz norte-americana Meghan Markle, na primavera de 2018.

Em comunicado, a Clarence House informa que “o Príncipe de Gales está encantado por anunciar o noivado do príncipe Harry com Meghan Markle. O casamento realizar-se-á na primavera de 2018. Mais detalhes serão anunciados oportunamente. Sua alteza real e Miss Markle ficaram noivos em Londres no início deste mês. O príncipe Harry informou sua majestade a rainha e outros membros próximos da família. O príncipe Harry também pediu e recebeu a bênção dos pais de Miss Markle. O casal irá viver em Nottingham Cottage, no Palácio de Kensington”.

View image on Twitter

Harry, de 33 anos, e a noiva, de 36, marcarão presença esta tarde numa sessão fotográfica no Palácio de Kensington e darão uma entrevista que irá para o ar na noite desta segunda-feira no Reino Unido. Harry é o quinto na linha de sucessão ao trono.

Também os pais de Meghan Markle emitiram um comunicado, desejando à filha e ao príncipe “uma vida de felicidade”.

“Estamos incrivelmente felizes pela Meghan e pelo Harry. A nossa filha sempre foi uma pessoa bondosa e afetuosa. Ver a união dela com o Harry, que partilha das mesmas qualidades, é fonte de grande alegria para nós enquanto pais”.

Também a rainha Isabel II já emitiu um comunicado a declarar-se “encantada” com o noivado, assim como outros membros da família real, nomeadamente os duques de Cambridge. William e Kate dizem estar “muito entusiasmados por Harry e Meghan”, acrescentando que tem sido “maravilhoso conhecer Meghan e ver como ela e Harry são felizes juntos”.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, emitiu uma nota de imprensa a dar os parabéns ao casal, desejando-lhes as maiores felicidades para o futuro.

Meghan Markle, norte-americana de ascendência negra, cresceu na Califórnia, EUA, e é divorciada. Conhecida pelo papel na série Suits (Defesa à Medida em Portugal), que vai na sétima temporada, surpreendeu os mais conservadores ao dar uma entrevista à revista Vanity Fair em setembro. Questionada sobre a enorme atenção mediática que o casal recebia, a atriz respondeu apenas: “no fim do dia é muito simples… somos duas pessoas que estão muito felizes e apaixonadas”.

Markle e o príncipe ter-se-ão conhecido em julho de 2016, através de amigos comuns, e namoraram durante vários meses antes de a relação se tornar pública. A primeira vez que apareceram juntos e se deixaram fotografar foi no passado mês de setembro, em Toronto, nos Jogos Invictus, uma competição para veteranos de guerra apadrinhada pelo príncipe.

Há cerca de um ano, e num gesto sem precedentes, a casa real britânica emitiu um comunicado criticando o tipo de cobertura que os tabloides britânicos faziam a propósito das raízes da atriz. Nessa nota, condenava os comentários “racistas e sexistas” de que Meghan Markle era alvo nas redes sociais e acusava os mediade “terem ultrapassado os limites”.

A imprensa dedicava-se então a escrutinar o passado de Meghan Markle, com entrevistas a ex-namorados, a associação da atriz a sites pornográficos e até declarações da irmã de Markle a chamá-la de “alpinista social”.

“O Príncipe Harry está preocupado com a segurança de Miss Markle e sente-se profundamente desiludido por não a ter conseguido proteger. Não é correto que após poucos meses de relação ele e Miss Markle sejam expostos a este tipo de tempestade.”

Nas últimas semanas, os rumores de que o casamento de Harry com a atriz estaria para breve começaram a circular com mais força, tanto que as casas da especialidade decidiram suspender as apostas relativas ao noivado. Nos últimos dias, soube-se que Markle tinha deixado definitivamente o Canadá para viver em Londres, mais perto do namorado.

fonte: ANSA Brasil

Compartilhe: