Como enfrentar a saudade da família neste fim de ano!

Como é maravilhoso conviver com os nossos familiares e entes queridos. A sensação de proteção e alegria enche nosso coração, principalmente quando nos sentimos protegidos e amados pelos nossos pais e familiares.

Mas hoje em dia cada vez mais, as pessoas têm se aventurado a deixar seus lares para conhecer novas culturas e buscar seus sonhos em outro país. Seja por conta da carreira, de um relacionamento amoroso, das oportunidades que o local oferece ou por conta da realização de um sonho pessoal, esta é uma mudança que traz diversas vantagens e desvantagens.

Às vezes viver longe dos nossos pais e entes queridos não faz parte de nossos planos, mas devido a algumas circunstâncias  da nossa vida isso é necessário e è difícil resistir ao sentimento chamado saudade. As lembranças se fazem constantes na nossa mente e muitas vezes até temos o sentimento de desistir de tudo para estarmos ao lado deles. Porém, não devemos esquecer que eles sempre serão nossos pais e com certeza nos apoiarão em nossas decisões sábias e sempre estarão ao nosso lado independente se estamos perto ou longe.

Dezembro chega quase sempre trazendo junto um desejo imenso de passar as festas de Natal com a família no Brasil. Mas às vezes o trabalho, o dinheiro, os novos vínculos, nos obrigam passar essas festas no país em que estamos mesmo.

Algumas pessoas se sentem melancólicas com a chegada das festividades de fim de ano e morando fora isso tende a ser ainda mais forte.

Pensar na nossa família se reunindo, mesmo com todas as desavenças peculiares de toda família, gera algumas vezes uma sensação de exclusão e até de solidão.

Pouco importa nessa hora que a escolha de estar fora tenha sido nossa. Só dá vontade de se teletransportar!

COMO  DEVO ENCARAR

Foque no seu objetivo, se  você estiver focado somente nas dificuldades e desafios, dificilmente conseguirá vencer a saudade. Se isso acontecer, corre o risco de abandonar seus objetivos. Em vez de ficar preso à distância e às dificuldades, veja o lado bom dessa realidade e foque nisso. Existe uma razão para você estar longe da sua família e, seja ela qual for, mantenha o foco nela.

PLANEJE ESTAR BEM

O melhor é tentar organizar algo com os amigos que também estão longe da família.

É importante não se isolar. Mesmo que sozinho procure por um barzinho ou uma festa pagã. Lá certamente terão outras pessoas passando pelo mesmo e se sentindo da mesma forma. Serão altas as chances deste dia gerar histórias para contar no próximo Natal em que puder se reunir com quem está no Brasil.

FALE COM A FAMÍLIA

Nesta época tem  pessoas que preferem desligar o celular, o que é uma pena. Fugir do contato com a família e amigos pode ajudar a não aumentar a saudade, mas certamente aumentará a sensação de não fazer parte de algo importante.

Receba e faça ligações para as pessoas queridas, a saudade que sentirá também virá acompanhada de coisas boas, como risadas, recordações e planos.

Faça o possível para manter contato frequente com a sua família. Dedique um momento da sua semana para falar com seus pais e familiares, envie mensagens, faça ligações, envie cartas e grave vídeos. Abuse da tecnologia para minimizar a saudade.

AMENIZANDO A SAUDADE

Embora algumas pessoas acreditem que as fotos, cartas e lembranças aumentem a saudade, são justamente os momentos compartilhados que mantêm o elo entre as pessoas. Por isso, encontre maneiras de se manter conectado com essas recordações.

Troquem fotos e vídeos do cotidiano, não somente de momentos especiais. Mostre detalhes da sua nova casa, do trabalho e do local onde você vive, diminuindo a distância entre vocês. Além disso, não deixe de compartilhar as coisas do dia a dia, pedir conselhos e saber o que acontece na vida dos seus familiares.

“Nós, que somos sonhadores e queremos o mundo, não sabemos onde será a próxima parada e, talvez, não tenhamos a oportunidade de estar com pessoas maravilhosas que fazem parte de um amor chamado família”. Andreza  Filizzola

Coloque essas quatro dicas em prática e Boas Festas!


Por: Magda Lizbir Gomes

Terapeuta Holística

Compartilhe: