Chá em inglês é Tea? Depende!

Aprendemos que chá em inglês é tea. Em viagens ao exterior, lembro de ter perguntado à comissária do voo se eles serviam “tea”, e em seguida ela me trouxe um copo com chá preto. Eu imaginei que era o único que eles tivessem a bordo, e tomei aquele mesmo.

Numa outra viagem, fui procurar chá num mercadinho e a moça me levou à prateleira onde ficavam, mas pegou especificamente o chá preto e me entregou. Olhando em volta, tinham as outras opções que eu buscava: camomila, hortelã, etc.

Daí, fui às pesquisas:

A palavra chá é derivada do termo mandarim cha (pronuncia-se tsay). Em um outro dialeto chinês, pronuncia-se “tê”. Dentro da botânica, a erva foi nomeada, por um sueco, como “thea” e os comerciantes holandeses a difundiram como “tea”. E até agora, nada de inglês, nem de português…

Essa erva é a Camellia sinensis, e, dependendo do cultivo e do preparo, pode-se obter alguns diferentes tipos de chá, sendo os mais conhecidos o chá branco, preto e verde.

Porém, as outras diversas opções de ervas, frutas e flores que utilizamos, como a camomila, cidreira, erva mate, maçã com canela, hortelã, etc., na verdade não são chás, são “infusões de ervas”, ou “herbal infusions”! – I was devastated, fui enganada esse tempo todo!

Nós herdamos de nossos colonizadores portugueses o uso de “chá” na forma global, para se referir à qualquer “sabor”. Inclusive, em alguns artigos sobre chás e infusões na internet, faz-se a diferenciação, explicando que “no Brasil e em Portugal há quem use os termos como se fossem sinônimos”.

Em pesquisa aos principais dicionários de língua inglesa, identifiquei que alguns já consideram “tea” uma palavra para se referir às infusões. Nas embalagens americanas, vi alguns “herbal teas“.

Portanto, respondendo à pergunta do título deste artigo: Sim, a tradução de “chá” é “tea”. Mas, antes de usar o termo, é importante diferenciar os “teas” (chá preto, branco e verde) das “herbal infusions” (demais sabores).

Compartilhe: