Business

É hora de Repensar

O “furacão” de Natal geralmente nos faz esquecer da temporada que se segue; Um período mais quieto e silencioso em Janeiro e Fevereiro. No entanto, com um bom planejamento e ideias novas, esses meses tradicionalmente difíceis podem ser transformados, tornando-os mais lucrativos do que nunca, preparando-o para um ano bem-sucedido. Primeiramente, para pensar em um planejamento e ter novas estratégias ...

Read More »

Tá com medo? Vai com ele mesmo!

Você tem medo de quê? É fácil saber que, todos nós temos medo de alguma coisa ou normalmente várias coisas ao mesmo tempo. Na verdade, o medo é uma das mais importantes emoções que podemos ter, haja vista que nos traz um sentimento de prevenção e até de segurança, pois devido a ele somos capazes de analisar e julgar situações ...

Read More »

A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL COMEÇA NO ÚTERO, VOCÊ SABIA DISSO?

Uma das maiores enganações da espécie humana é acreditar que nós somos apenas a simples expressão da carga genética de nossos pais. Na verdade, desde o início do nosso desenvolvimento embrionário já começamos a sentir modificações impostas pelo ambiente que ser com a nossa mãe o nosso pai e nosso ambiente social. A estrutura existencial do ser humano se inicia ...

Read More »

SEJA UM ESTRATEGISTA DE MARKETING E FAÇA SEU “BUSINESS” CRESCER!

Os benefícios de uma estratégia de marketing planejada são inúmeros, principalmente em um mercado onde normalmente os donos de empresas usam somente da intuição para tomar decisiones de “business”. Embora este conhecimento informal seja importante no processo de tomada de decisão, pode não fornecer todos os fatores necessários para obter resultados de marketing. Uma boa estratégia de marketing irá ajudá-lo ...

Read More »

O VALOR DE UMA BOA PROPAGANDA

Ao se perguntar sobre a clareza e a lealdade da sua propaganda para com o serviço ou produto oferecido, você teria uma resposta positiva? Quando analisamos aquilo que anunciamos para nosso público final, muitas vezes nos deparamos com mensagens que não necessariamente condizem com aquilo que realmente “vendemos”. Com isso, voltamos ao nosso artigo de abril, onde perguntei se “você ...

Read More »