364 dias para transformar a sua vida

Será que a passagem do mês de Dezembro para o mês de Janeiro é apenas uma fase de transição em que se finaliza um ano e se inicia outro? A resposta dada por si será certamente não, você irá dizer que é muito mais do que isso, possivelmente irá referir que é a altura do ano para pensar em mudar algo que não está bem na sua vida. Você não é o único a pensar desta forma, a maioria das pessoas tem tendência para fazer um balanço do que conquistou e do que não foi alcançado no presente ano. Nesse momento são traçados objetivos como que coordenadas para os 12 meses que se seguem do ano que está a chegar.

Será esta passagem apenas uma barreira simbólica? Fazer uma retrospectiva do que aconteceu na sua vida é importante porque ajuda-o a definir novos objetivos e deste modo estabelecer novas prioridades, todas as pessoas, de um modo geral, precisam de metas para transformar-se e é esse o principal motivo pelo qual as resoluções de ano novo são tão significativas para a maioria das pessoas, esta é a altura que  permitem-se pensar com mais cuidado na mudança do que nos outros dias, contudo não necessita de acontecer apenas no último dia de cada ano.

Gerar mudança na nossa vida não é processo simples mas não terá que ser tão complicado como prevê. Para tornar este processo mais fácil será imperativo que tenha em consideração a definição de objetivos específicos só assim você irá conseguir atingi-los e sentir-se transformado evitando assim a angústia, frustração, desilusão e desmotivação que já sentiu no passado quando não o conseguiu e acabou por desistir de mudar.

Se realmente está disposto a marcar a diferença este ano vamos começar por alterar a palavra resolução para utilizar a palavra transformação. Pense nos aspectos que quer melhorar neste novo ano, defina bem os objetivos que terão impacto positivo e proporcionem você transformar-se.

Estes objetivos terão ser:

Prioritários / Específicos: defina-o de forma concreta e objetiva.

Mensuráveis: deve ser capaz de quantificar o seu objetivo

Alcançáveis: escolha metas que você sabe que você pode conseguir atingir

Realista / Relevante: tenha em conta  os recursos que tem à sua disposição e o que que realmente necesita.

Escala/ Dimensão: divida-o em pequenos desafios e ainda um prazo concreto para alcançá-lo ou reavaliá-lo. Sejam faseados ao longo do ano.

É possível definir objetivos e traçar novas metas a cada novo dia e assim transformarmo-nos todos os outros dias do ano.

Não se esqueça que expressar emoções positivas pelo que já conseguiu atingir, facilitará a realização de novos objetivos, ainda assim, se você sente que apesar de todos os seus esforços para mudar comportamentos e emoções em vista a atingir os objetivos propostos e metas definidas por si no final do ano passado não foram atingidos e que não conseguirá atingir novos objetivos, procure ajuda especializada de um Psicólogo, este irá ajudá-lo a conhecer e entender as suas emoções e comportamentos e desta forma ajudá-lo na criação de estratégias para que você seja capaz de transformar a sua vida.


Po: Catarina Santos Faria
Psicóloga
catarinasantosfaria@monteiroclinic.co.uk
Tel. 02075826000

Compartilhe: